Musculação sem contra-indicação para crianças e adolescentes

Musculação sem contra-indicação na infância e adolescência

Fonte Imagem: crossmedia.com.br

 

O tema relacionado a musculação para crianças e adolescentes tem sido tratado de forma inadequada em nossa impressa, principalmente entre os médicos. Não existe pesquisa científica mostrando lesões em epífises de crescimento em crianças diante da prática da musculação. É na maioria dos esportes coletivos (p. ex. futebol) e artes marciais, onde ocorrem inúmeras lesões ortopédicas e a musculação para adolescentes e crianças vem para reabilitá-las, além de ajudar a prevenir, pois ajuda a fortalecer a musculatura e articulações.

O número de lesões durante a musculação bem orientada, com um profissional de educação física qualificado, é quase inexistente. Menos de 1% das consultas em centros de emergências são devido a lesões em treinamento com pesos, que geralmente ocorre com atletas de levantamento olímpico e arremessadores. A realização de treinos de musculação em academias, com orientação adequada de um profissional de educação física qualificado, não oferece grande riscos a saúde pois as cargas são ajustadas à força de cada individuo, não existem aceleração e desaceleração violentas, há ausência de choques e torção corporal entre os praticantes e praticamente inexiste o risco de quedas. Os equipamentos são biomecanicamente bem projetos.

A idéia de que praticar musculação na infância e adolescência prejudicaria o desenvolvimento da criança e do adolescente foi derrubada no fim de 2010. Numa das maiores revisões sobre o tema, especialistas do Institute of Training Science and Sports Informatics, em Colônia, na Alemanha, analisaram dezenas de estudos feitos nas últimas décadas sobre treino de força para meninos e meninas entre 6 e 18 anos.

A conclusão foi que a musculação na adolescência e infância traz benefícios quando bem orientada, contrariando a afirmação de que crianças e adolescentes deveriam evitar a musculação que até então tinha como justificativa que a falta de testosterona, o hormônio que estimula o aumento de massa muscular em adultos, poderia resultar em baixa estatura e danos físicos.

A Academia Americana de Pediatria, o Colégio Americano de Medicina Esportiva e a Sociedade Canadense de Medicina Esportiva defendem que tanto crianças quanto adolescentes se beneficiam da prática de musculação para evitar ganho de peso e fortalecer os músculos desde cedo. Um aspecto teoricamente favorável em relação à modalidade, é que a musculação está entre as atividades físicas que mais estimulam a liberação do hormônio do crescimento.

Vale ressaltar que pesquisas do IBGE indicam que 83% dos jovens brasileiros em idade escolar assistem a mais de duas horas de TV por dia, 70% deles têm uma ou menos aulas de educação física por semana e 32% dos jovens em idade escolar entre 11 anos e 19 anos estão com sobrepeso ou são obesos. A musculação na adolescência e infância ajuda o adolescente e a criança contra a obesidade, além de combater o sedentarismo.

Por: Vinícius Galvão

Um comentário sobre “Musculação sem contra-indicação para crianças e adolescentes

    Oi Gente, estou fazendo uma visitinha por aqui.
    Gostei bastante do site, vou ver se acompanho toda semana suas postagens
    Gosto muito desse tipo de conteúdo um Abraço 🙂

    Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *