Quem pratica exercícios pode aumentar em até 10 anos a expectativa de vida

Já falamos aqui sobre o parecer do Conselho Federal de Medicina (CFM) condenando a prescrição de hormônios para o Tratamento Antienvelhecimento. Recentemente, pesquisadores do Simpósio sobre Balanço Energético da Série Científica Latino Americana apresentam estudos sobre qualidade de vida que teve como uma das suas conclusões que a prática de exercícios físicos pode aumentar em até 10 anos a expectativa de vida. Não é atôa que a atividade física para os idosos pode ser considerado “fonte da juventude”.

Pratica de exercício fisico aumenta expectativa de vida

Não há no mercado uma droga que substitua a prática de exercícios, afirma especialista Marco Antonio Rezende / Agência O Globo

O exercício regular pode aumentar em até 10 anos a expectativa de vida e reduzir em até 50% a chance de desenvolver doenças crônicas, como câncer, diabetes e doenças cardiovasculares, segundo especialistas do Simpósio sobre Balanço Energético da Série Científica Latino Americana.

— O controle inadequado do balanço energético é provavelmente a principal causa de obesidade que afeta a América Latina — disse o Dr. Fernando Lavalle, presidente do Comitê Científico responsável pela organização do simpósio.

Durante o encontro, o especialista em Medicina Interna da Universidade de Rosário, na Colômbia, John Duperly, apresentou pesquisas sobre os benefícios da atividade física e mencionou que fazer uma hora diária de exercícios ativa cerca de 800 genes, que contribuem, por exemplo, para reduzir em até 50% o desenvolvimento de doenças fatais. Segundo ele, não há no mercado uma droga que substitua a prática de exercícios.

Ele explicou que cinco intervenções no estilo de vida podem reduzir o risco de até 90% de desenvolver Diabetes tipo 2. Essas mudanças são: não fumar, ter um consumo moderado de álcool, comer cinco porções de frutas e vegetais, fazer pelo menos 150 minutos de exercícios físicos por semana, equivalente a meia hora por dia, e ter um peso adequado.

— Compreender o comportamento humano e mudá-lo é o maior desafio do balanço energético — disse Duperly.

Já o pesquisador Eric Ravussin, diretor do Centro Biomédico Pennington de Pesquisa em Nutrição da Universidade da Louisiana, disse que um dos fatores determinantes para o ganho de peso da população é o aumento do consumo de gordura, que têm um maior impacto no desequilíbrio de energia e é mais nociva do que os carboidratos e açúcares.

O especialista explicou que o metabolismo do corpo humano funciona de forma diferente para carboidratos e gorduras. Enquanto que os primeiros vão para o fígado e servem para proporcionar energia ao músculo esquelético, as gorduras servem para aumentar o tecido adiposo. No entanto, segundo ele, é preciso mais estudos que tentem explicar o desequilíbrio entre a ingestão de calorias e o gasto energético:

— No meio ambiente há muitos gatilhos que podem disparar a obesidade e ainda há muitas coisas por saber.

Fonte: oglobo.globo.com

Benefícios do Muay Thai para Mulheres – André Benkei responde

O interesse pela Muay Thai em Salvador tem crescido e por isso estamos trazendo para vocês uma entrevista para o blog “Muay Thai Mulher” cedida pelo André Benkei, um dos preparadores físicos mais requisitados no MMA, em que fala dos benefícios do Muay Thai respondendo as seguintes perguntas:

Andre Benkei fala dos benefícios do Muay Thai para mulheres

01) Por que é importante para qualquer pessoa e, em especial para as mulheres, fazer uma atividade física?

02) De que forma uma arte marcial como o Muay Thai pode trazer benefícios à saúde (e a estética) da mulher como uma forma de atividade aeróbica?

03) Existe algum malefício para a mulher que pratica ou quer praticar a luta apenas como atividade física?

04) Existem aulas de ginástica, como o Body Combat, que simulam movimentos de luta, e muita gente faz essas aulas acreditando que é a mesma coisa que uma aula de Muay Thai. Qual a diferença de ganho físico entre elas?

05) Qual a sua orientação para mulheres que nunca fizeram uma atividade física e que querem começar o Muay Thai?

Confira a entrevista de André Benkei falando dos benefícios do Muay Thai para mulheres: http://bit.ly/NW0DCe

Tratamento Antienvelhecimento

Terapia  ortomelecular , reposição hormonal e atividade física. Qual pode trazer resultados verdadeiros?

 

Tratamento Antienvelhecimento

O Conselho Federal de Medicina (CFM) publicou um parecer condenando a prescrição de hormônios em tratamentos antienvelhecimento, por não haver evidências científicas de que a terapia seja eficiente. Dentro de até dois meses, uma resolução proibindo médicos de recomendar o uso desses produtos deverá ser editada. “O Código de Ética já mostra que médicos não podem indicar terapias não comprovadas cientificamente. “O que vamos fazer é deixar mais clara a proibição da indicação de hormônios”, afirmou o vice-presidente do CFM, Carlos Vital. Nos últimos quatro anos, cinco médicos foram cassados por indicar tratamentos sem comprovação científica. No mesmo período, outros 10 profissionais foram condenados pelos mesmos motivos a penas de suspensão e censura pública. “Embora a medicina tenha avançado, a promessa de eterna juventude ainda está no campo das fábulas”, disse Vital. Entre os hormônios indicados por médicos que atuam em clínicas de envelhecimento estão a melatonina, o cortisol, o hormônio do crescimento, progesterona e testosterona. “Os trabalhos reunidos até o momento mostram que, em pessoas saudáveis, o uso dos hormônios aumenta o risco de uma série de doenças”, afirmou a geriatra Maria do Carmo Lencastro, integrante da Câmara Técnica do CFM: hipertireoidismo, câncer, calvíce, infertilidade, AVC, infarto síndrome do pânico…

Esta é segunda recomendação feita pelo CFM relacionada a terapias que prometem interromper ou retardar o processo de envelhecimento. Em 2010, uma resolução do colegiado proibiu a indicação de terapia ortomolecular, também por não haver eficácia comprovada. Estas terapias passam a ilusão de que o paciente está comprando saúde, o que, por sua vez o levar a deixar de adotar um estilo de vida saudável.

 

Casos:

Buskman contou ter recebido em seu consultório pacientes com efeitos colaterais provocados por essas terapias. Mas ele ressalta que, muitas vezes, os próprios pacientes escondem o fato de terem adotado a terapêutica. “No fundo, eles sabem que o tratamento é condenado, que não há evidências de resultados. Mas o medo de envelhecer acaba falando mais alto”. Ele diz que o controle dessas proibições pelo CFM não é fácil de ser realizada. “Dificilmente o paciente denuncia. Em primeiro lugar, porque pacientes se iludem com a promessa feita pelos médicos. Depois, porque não associam efeitos colaterais aos remédios”.

Benefícios da Atividade Física:

A prática de atividade física moderada (não competitiva) e regular, produz inúmeros benefícios à saúde: mantém os níveis de pressão arterial, colesterol, triglicérides e glicose sanguíneos, evitando AVC e infarto; libera substâncias anti-inflamatórias, evitando vários tipos de câncer; libera hormônios do prazer e bem estar  evitando depressão e solidão. Por fim, favorece o ganho massa óssea e muscular, mantendo assim o idoso saudável, livre de dores e com independência física, o que faz o idoso viver por muito mais tempo e com ótima qualidade de vida.