Musculação durante a gestação: diversos benefícios!

Benefícios do Treinamento Resistido no Período Gestacional

Durante a gravidez ocorrem diversas alterações fisiológicas no corpo da mulher para assim haver uma melhor acomodação e desenvolvimento do feto. Dentre elas, pode-se destacar:

*o aumento na produção de alguns hormônios como, por exemplo, a relaxina (responsável por uma maior flexibilidade nas estruturas musculoesquelética), sendo que este aumento atinge o pico no pré-parto;

*aumento do percentual de gordura;

*com a evolução da gravidez o centro de gravidade é progetado para frente, desenvolvendo assim uma hiperlordose;

* a musculatura do reto abdominal tende a sofrer um mecanismo chamado de diástase, que se resume numa separação deste músculo em até 2,5cm;

*o volume sanguíneo aumenta em torno de 40%, resultando assim em um aumento dos batimentos cardíacos de 10 a 15 por minuto.

Com isso é de se considerar que todos esses fenômenos têm relação com o treinamento resistido (musculação), pois esta prática irá minimizar essas alterações fisiológicas citadas a cima. Em relação ao inicio do treinamento, a gestante que não estiver nenhuma contra indicação, pode começar as atividades a partir do terceiro mês, com a autorização do médico, pois nos meses anteriores a incidência de aborto é maior. Pesquisas demonstraram que a participação regular de grávidas em um programa de exercícios físicos pode melhorar o condicionamento fisiológico das mães, restringir o ganho de peso sem comprometer o desenvolvimento do feto e ainda facilitar a recuperação pós-parto (Artal, Clapp e Vigil, 2000).

Outro benefício que a musculação irá proporcionar segundo Matsudo e Matsudo (2000) é o fortalecimento muscular à grávida, deixando-a mais hábil para tolerar o seu peso corporal, realizar as atividades do dia-dia, melhorar a postura e evitar uma das principais queixas da gravidez: a lombalgia. Outros benefícios biológicos que podem ser destacados são:

Benefícios biológicos
• Maior nível de independência funcional
• Menor duração na fase ativa do parto
• Menor ganho de massa corporal e adiposidade materna
• Diminuição de complicações obstétricas
• Melhoria da capacidade física
• Diminuição da incidência de cesárea
• Menor tempo de hospitalização

Menor risco de parto prematuro

 

 

 

 

 

 

Além dos benefícios citados acima, existem também os psicossociais, que são:

Benefícios psicossociais
Melhoria da auto-imagem
• Melhoria da auto-estima
• Melhoria da sensação de bem estar
• Diminuição da sensação de isolamento social
• Diminuição da ansiedade
• Diminuição do estresse
• Diminuição do risco de depressão

 

 
Devido a esses e outros fatores, o treinamento resistido é uma ótima opção para as grávidas que não possuem contra-indicações, sendo que a orientação de um Professor de Educação Física é fundamental para a prática de um programa de exercícios seguro e que atenda as necessidades da mãe. Pensando nisso, a Academia Espaço 10 disponibiliza profissionais capacitados para oferecer um suporte avançado no que diz respeito à vida saudável da gestante e do bebê.

 

Rubens Menezes

Graduando em Educação Física (FSBA)

Um comentário sobre “Musculação durante a gestação: diversos benefícios!

    Elaine Araújo.

    Parabéns Rubens, pela iniciativa, ótima informação.

    Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.